Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Leveza da morte

Hoje ao chegar ao trabalho, encontro um par de velhas gaiteiras ao cimo das escadas. Mal me vêm , uma delas, de olhos bem pintados, pergunta:

- Menina, menina. Sabe onde é a faculdade de medicina?
- É aqui mesmo. (e pensei, o que é que estas duas andam aqui a fazer?)
- Ah, é que nós queremos doar o nosso corpo. Sabe onde nos podemos inscrever?

Engoli em seco. Encaravam aquele acto, com a mesma alegria de quem vai dar sangue. Não encontrei um laivo de morbidez nos seus discursos, mas antes um grande sentido de dever. Pareciam umas velhinhas nórdicas, algures de um país civilizado. Não sabia muito bem onde ir entregá-las, presumi ser no departamento de Anatomia, onde se fazem as dissecações. Quando as deixei, agradeceram-me muito a "gentileza de as encaminhar". A mim é que me apeteceu agradecer-lhes, sobretudo pela lição...
publicado por Branca às 10:31
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 23 de Abril de 2008 às 13:30
Que giro!
leo

Comentar post

.pesquisar

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Um em cada cinco

. Pose Nunca_Foste_a_Paris?...

. O milagre da música

. Sonasol Verde Amoníacal

. Smile

. Rosa

. Confissão

. Mnemónicas

. Clara Branca das Neves em...

. O que se passa na cabeça ...

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds